terça-feira, 11 de julho de 2017

O dia errado

Helena e Menelau eram amigos no “feice” havia dois anos. Não se conheciam pessoalmente, mas o interesse era recíproco; sempre curtiam as postagens do outro e assim a vida seguia no mundo digital. Ela achava o rapaz muito engraçado e divertido, enquanto ele adorava o senso crítico de Helena, bem como sua beleza e inteligência. Porém nenhum deles tinha a menor ideia das considerações do outro, afinal, nunca haviam se falado.
Helena torcia para que Menelau, quem sabe um dia, puxasse conversa. Sua timidez a impedia de tomar a iniciativa. Ele, por sua vez, seguidamente pensava na possibilidade, mas temia a reação da moça, pois seu jeito engraçado, quase cômico de levar a vida, muitas vezes era confundido com infantilidade e imaturidade.
O tempo passou e a situação continuava idêntica. Até que em certa noite chuvosa de inverno, Menelau viu Helena online e finalmente decidiu puxar conversa. Era o momento certo! O tédio de um sábado à noite, misturado com o barulho da chuva caindo no telhado, criava um cenário bucólico que seria facilmente superado através de uma conversa legal com alguém interessante.
Menelau então disse “oi”.
Helena achou Menelau a pior pessoa do mundo.
Helena estava de TPM...

Nenhum comentário:

Postar um comentário