segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O casal gay


Pablo e Ulisses eram amigos há muitos anos. Quando crianças brincavam juntos, freqüentavam a casa um de outro e também brigavam de vez em quando. Veio a adolescência e com ela novas descobertas e amores, porém a amizade permaneceu forte. Parecia que o tempo tinha passado rápido demais e ambos já estavam na faixa dos 20 e poucos anos, porém não haviam perdido o espírito brincalhão da meninice.
A vida adulta e seus compromissos impediam que os amigos se encontrassem mais seguidamente, juntar a turma era um pouco complicado. As junções, antigamente tão comuns, agora ocorriam nas férias e de forma esporádica. Trabalho, namoros e contas a pagar faziam parte da pauta dos jovens, que agora encaravam a vida de forma responsável.
Foi num final de ano, depois de muitos meses, que Pablo e Ulisses se encontraram, em um bar da cidade. Trocaram um aperto de mão bem forte, se abraçaram e começaram a conversar. Falaram sobre a vida, questões profissionais e de mulheres, claro. Ulisses havia terminado um relacionamento havia poucos dias e aguardava ansiosamente pelas festas de final de ano para azarar a mulherada. Já Pablo, por sua vez, contou que estava ficando com uma colega de faculdade muito linda, chamada Marta, que deveria chegar em breve.
Os minutos se seguiram e os rapazes continuaram conversando, pediram uma cerveja e alguns petiscos. Logo em seguida, finalmente chegou Marta, para a felicidade de Pablo.
A jovem, muito extrovertida, animou ainda mais o bate-papo. Rolaram piadas, trocadilhos e muitas risadas pelas horas seguintes. Mas lá pelas tantas, a mãe da moça apareceu para buscá-la. Marta empalideceu e ficou tensa, pois havia um pequeno detalhe: sua mãe desconhecia que ela estava ficando com Pablo e iria querer saber todos os pormenores.
Marta detestava dar detalhes de sua vida, não sabia o que dizer e tampouco qual desculpa inventar. Então Ulisses, sempre de bom-humor e com uma resposta pronta para tudo, contemporizou tranquilamente:
- Diz pra ela que o Pablo e eu somos um casal gay que tu estavas aconselhando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.